Para Nuno Piloto, capitão dos estudantes, a melhor forma para conseguir algo semelhante à proeza da última temporada, passa por tentar tirar proveito do momento do Benfica, que vem de uma fraca exibição na Amadora, e está pressionado na luta pelo título.

«Penso que o Benfica vai entrar determinado, para resolver o jogo cedo, mas nós, com saídas rápidas para o ataque, vamos tentar criar intranquilidade, segurar a bola, e procurar explorar essa destabilização», resumiu o médio da Académica.