Jorge Costa, treinador da Académica, no final da vitória, por 3-1, sobre o V. Guimarães, neste sábado, começando por relativizar o resultado entre o F.C. Porto e o Olhanense, determinante para confirmar os estudantes no segundo lugar da classificação:

«Não é o mais importante. O importante é fazermos o nosso trabalho, como temos feito até aqui. Parece-me que o estamos a fazer cada vez de melhor forma. Estamos agora mais sólidos, conquistamos pontos, e queremos continuar assim. Se continuarmos com esta atitude, e ambição, iremos vencer mais jogos. Mas o meu discurso será sempre o mesmo: somar pontos, trabalhar e fazer um campeonato tranquilo, sem promessas além de lutarmos sempre pelos três pontos. Foi uma vitória justa, perante um adversário que fez um excelente jogo, valorizando ainda mais o nosso trabalho. Hoje sou um treinador feliz, pelo trabalho dos meus jogadores, pela forma como entraram em campo, pelo facto de ter visto mais gente no estádio, e, claro, por termos conquistado os três pontos. Os jogadores perceberam que não temos de sofrer para ser felizes. É isto que quero para Académica, estamos no caminho certo. Dificuldades, vamos tê-las, não temos é de ser nós a criá-las.»