«Seria um erro crasso e uma falta de respeito pelo clube pensar que já estamos de férias», sublinhou o experiente médio, na antevisão do jogo com o V. Guimarães, a quem quer ganhar para deixar a Académica nos oito primeiros lugares da classificação:

«Foi o objetivo redefinido assim que obtivemos a manutenção, trabalhamos para isso e acreditamos que é possível. Vamos encontrar uma equipa ao nosso alcance e, com a máxima dedicação, iremos encarar o jogo para ganhar.»

Para o experiente médio, a fase que os minhotos atravessam (nove jogos sem ganhar), não terá influência. «Será um encontro difícil, seja qual for o momento do Guimarães. Tem uma boa equipa e não será por ai. São duas equipas que vão querer ganhar e vamos trabalhar muito para conseguir a vitória. Penso que vai ser um bom jogo, muito disputado e no qual os erros poderão pagar-se caro», analisou.

Do mesmo modo, também desvalorizou o castigo de Sérgio Conceição, garantindo que o plantel está unido em volta do treinador, tendo sido este, aliás, um dos segredos da boa época. Já sobre o futuro, uma vez que termina contrato, pouco adiantou:

«É algo para tratar daqui a uns tempos, é importante não desviar o foco, mesmo tendo o principal objetivo alcançado, merecemos os oito primeiros lugares, seria muito bom para nós e merecemos pelo que passámos. Não decidi nada, o tempo ainda não chegou para isso.»