A Etiópia foi mesmo a primeira seleção do dia a garantir o apuramento para a próxima fase ao bater a República Centro-Africana por 2-1, conquistando a liderança no grupo, com 13 pontos, seguida pelos sul-africanos com 11.

No grupo F, a Nigéria precisava apenas de um empate contra o Malawi, mas assegurou a passagem à próxima eliminatória com uma vitória por 2-0, com golos de Emenike e Victor Moses, num jogo em que Elderson, do SC Braga, foi titular e onde John Ogu, da Académica, não saiu do banco de suplentes.

A Nigéria conquistou assim a liderança do grupo, com 12 pontos, seguida pelo Malawi, com 7. Já eliminadas, Namíbia e Quénia fecham o grupo este domingo.

No grupo E, três equipas tinham hipóteses matemáticas de alcançarem a fase seguinte da qualificação para o Mundial, uma delas o Gabão de Paulo Duarte, mas foi o Burkina Faso a passar.

O Congo, que liderava o grupo com dez pontos, precisava de vencer a casa do Níger, último classificado do grupo com um ponto apenas, só que o jogo não foi além de um empate a duas bolas.

No outro encontro, Burkina Faso (9 pontos) e Gabão (8 pontos) queriam aproveitar a uma escorregadela do líder, e foi o Burkina Faso, com um golo solitário de Prejuce Nakoulma, quem conseguiu o apuramento.

No grupo J, em duelo de eliminados, Angola derrotou a Libéria por 4-1. No outro jogo, o Senegal assegurou um lugar no play-off de apuramento ao bater o Uganda por 1-0.