Alan, jogador do Sp. Braga, em declarações no final da vitória (1-0) em casa sobre o Trofense, em jogo da 26ª jornada, conseguida com um golo dele, que depois foi comemorado com uma dança:

«Que dança foi aquela nos festejos? É uma coisa que fazemos nos treinos, dançámos todos. Foi improvisada, mas há muita gente no grupo que gosta de dançar. Hoje dancei eu. O ano passado só marquei o primeiro golo na última jornada? É verdade, o golo este ano apareceu pouco mais cedo do que o ano passado, é verdade, mas o mais importante é que tenho ajudado a equipa e hoje marquei. Isso é que importa. Tive três oportunidades de cabeça, uma saiu ao lado direito, outra saiu ao lado esquerdo, outra bateu nas malhas laterais, mas o mais importante é que no final ela entrou. Não tenho feito muito golos, mas ajudo a equipa e para mim o grupo está em primeiro, só depois penso em mim. Antigamente também jogava mais à frente, como segundo avançado, mas isso não me importa. Quero trabalhar para a equipa. Tanto que nem sentia ansiedade nenhuma por marcar. Estava a jogar bem e a ajudar a equipa, por isso estava bem. É claro que estou feliz pelo golo, mas estou mais feliz pelos três pontos. A minha esposa perdeu a avó há três dias, por isso dedico-lhe o golo. Já esperávamos dificuldades, porque sabíamos que o adversário vinha defender com todos e apenas com dois homens na frente, mas lutámos muito e no final da partida conseguimos chegar à vitória.»