Começando por Leverkusen, o Bayern deixou-se adormecer por uma primeira parte jogada a ritmo lento antes de ser surpreendido na abertura do segundo tempo com três golos da equipa da casa: Barnetta (54m), Vidal (61m) e Helmes (70m). A equipa de Jurgen Klinsmann, sem Luca Toni, ainda reagiu, com dois golos em dois minutos, assinados por Lúcio (72m) e Miroslav Klose (74m), mas não conseguiu chegar ao empate antes de Kiebling matar o jogo já em tempo de compensação.

O Bayern apresentou o seguinte onze: Rensing; Oddo, Lucio, Demichelis e Zé Roberto; Van Bommel e Ottl; Hamit Altintop, Borowski e Ribery; Klose.

Duas assistências de Hugo Almeida na goleada do Bremen

Entretanto, em Wolfsburgo, a equipa da casa também foi surpreendida com uma entrada fulgurante do Werder Bremen que, aos 7 minutos, já vencia por 2-0, com golos de Diego e Ozil, ambos com Pizarro na jogada. O Wolfsburgo, desta vez sem Ricardo Costa, ainda reagiu e chegou ao empate antes do intervalo, com Dzeko (10 e 42m) em bom plano.

A abrir o segundo tempo, Diego bisou e devolveu a vantagem aos visitantes que impuseram definitivamente a sua supremacia depois da entrada de Hugo Almeida, aos 68 minutos. O internacional português entrou bem no ritmo da partida e, apesar de não ter marcado, fez duas assistências para Pizarro bisar e decidir a eliminatória.

No jogos desta tarde, o Hamburgo também garantiu a qualificação para as meias, com uma vitória fácil sobre o modesto Wehen (2-1), com dois golos do regressado Petric.

Resultados dos quartos-de-final

Quarta-feira:

Hamburgo-Wehen, 2-1

Wolfsburgo-Werder Bremen, 2-5

B. Leverkusen-Bayern Munique, 4-2

Terça-feira:

Mainz-Schalke, 1-0