Já fez like no Maisfutebol?
Vídeo  |  

«O meu empresário pegou nos meus 650 mil dólares e não depositou»

O vazio provocado pela saída de Mário Jardel, em 2000, foi preenchido com as contratações de Juan Antonio Pizzi, Silvio Maric e, sobretudo, Pena. O FC Porto ficou órfão de um dos maiores goleadores da história e, numa primeira fase, Pizzi e Maric não convenceram. Chegou Pena, fez um bis na estreia e acabou a primeira época com 29 golos marcados e a Bota de Prata. 

Impossível pedir mais. E depois? O provocou o ocaso do avançado brasileiro? 

Pena é o primeiro a admitir que a segunda época foi péssima. Mas faz revelações fortíssimas e aponta objetivos concretos para essa quebra brutal de produção. Uma quebra que o levou à porta da dispensa - decisão de José Mourinho - e à perda da possibilidade de ganhar a Liga Europa e a Liga dos Campeões nos anos imediatamente a seguir. 

De bem com a vida, a trabalhar no ramo imobiliário e já com um projeto a crescer no mundo do futebol, Pena atende o Maisfutebol como quem atende um amigo que já não vê há muitos anos e sente ter um segredo por revelar.
 

PUB

APP MAISFUTEBOL

O MAISFUTEBOL na palma da sua mão!

Não falhe um golo, uma transferência ou uma notícia com a nossa aplicação GRATUITA para smartphone!