António Conceição, treinador do Belenenses, sobre a derrota na Choupana, nesta terça-feira, no encerramento da 21ª jornada da Liga:

«A realidade é que as contas estão cada vez mais complicadas. Não podemos fugir a essa realidade. Não é fácil para uma equipa que está em último controlar a ansiedade. Uma vez mais tivemos possibilidades de marcar e não conseguimos. E depois tivemos um momento de desconcentração que deu o golo ao Nacional. Isso escreveu a história do jogo. A equipa jogou bem na segunda parte, tivemos mais volume ofensivo, mais posse de bola, situações perigosas para marcar, mas não conseguimos o mais importante, que foi marcar. A diferença está aí, e penso que, de certa forma, é injusto, mas o futebol é assim. Temos de saber aceitar as coisas.»