John Toschak, seleccionador galês e ex-treinador do Sporting, tem a faca e o queijo na mão. Se o seleccionar, Giggs estará pronto para voltar a representar o seu país. O próprio deu a garantia ao jornal «The Western Mail».

O tempo de paragem de Aaron Ramsey ainda é incerto, mas a intervenção cirúrgica à tíbia e ao perónio vão deixá-lo fora dos relvados pelo menos até ao final da temporada.

Alex Ferguson, o treinador de Ryan Giggs no Manchester United, comentou com ironia a possibilidade de o galês, de 36 anos, voltar a representar o seu país: «Ryan na selecção? Deve ser brincadeira. Não consigo imaginar isso. Isso deve ter sido um momento de fraqueza dele. Vamos ver o que acontece.»