Jogadores das duas equipas e adeptos do Guarani envolveram-se numa luta feroz, com todo o tipo de golpes e em que qualquer objectivo servia de arma. A polícia teve de intervir para parar a briga e acalmar jogadores e adeptos.

Os actos de violência continuaram pelas bancadas. No final da partida, as autoridades policiais ainda tiveram que proteger a saída dos árbitros e clubes.