Na base do assassinato está uma luta pelo poder num grupo de apoio ao clube, luta essa luta que continuou ainda na quinta-feira com a morte de Gonzalo Galarza (21 anos), ferido com uma faca durante uma disputa ocorrida em Lomas de Zamora. Os membros das duas fracções pensam, de resto, viajar para a África do Sul.

Já esta sexta-feira, na estação ferroviária da cidade de La Plata, um jovem adepto do Estudiantes foi atingido com uma navalha durante um confronto entre adeptos do clube, tendo sido internado num hospital em estado grave. Cinco membros da claque do Estudiantes foram presos pela polícia.