Numa tomada de medidas inédita no futebol mundial, a Federação Argentina proibiu também o passeio das «mascotes» nos terrenos de jogo, «antes, durante ou depois das partidas». Ou seja, o hábito dos futebolistas entrarem em campo com os filhos ao colo ou pela mão, tradição com anos no país das pampas, acaba este fim-de-semana.