Ángel Di María emocionou-se ao falar sobre o percurso na seleção da Argentina.

Em declarações após a vitória por 2-0 sobre o Canadá, que garantiu a passagem da formação alviceleste à final da Copa América, o jogador do Benfica garantiu que sempre «deu a vida» pelo país e confessou que gostava de sair pela porta grande.

Recordar que Di María informou há muito que esta seria a última competição que iria realizar pela Argentina, sendo que assim fica apenas a faltar um jogo para terminar o legado do agora atleta de 36 anos, que conquistou um Mundial, uma Copa América e a Finalíssima pela seleção.

«Aconteça o que acontecer, posso sair da seleção pela porta grande, sempre dei a vida por esta camisola e agradeço a todos os que me apoiaram sempre. Antes de entrar em campo o Leo (Messi) disse-me que queria chegar à final por mim e isso enche-me de orgulho, ter conseguido conquistar o que conquistei com eles», afirmou.

Veja as declarações completas de Di María: