Rui Vitória, treinador do Benfica, em declarações na sala de imprensa do Municipal de Aveiro, depois da derrota frente ao Arouca por 1-0:
 
«O golo inicial perturbou a nossa tranquilidade. Depois restabelecemo-nos e os jogadores continuaram o rumo que tínhamos traçado. Julgo que criámos a quantidade suficiente de oportunidades. Mas hoje foi um dia em que a bola batia em tudo o que é adversário. Se estivéssemos aqui mais tempo não marcávamos, provavelmente. Não tenho nada a dizer dos jogadores que entraram. Pelo contrário, acrescentaram algo ao jogo. Infelizmente não conseguimos concretizar.»
 
«Em condições normais, tendo em conta as oportunidades, era suficiente para ganhar. Ao não marcar, alimentámos o adversário. A bola não entrava e foram pensando que o resultado ia sendo adiado até ao final. Quando se perde vamos buscar várias coisas e eu também irei e irei analisar tudo. Mas o que fica, julgo, é um défice de finalização.»
 
«No primeiro lance, um bocado fortuito, fizeram o golo. A equipa tentou mas parecia que estava sempre em sobressalto. Depois começamos a assentar o jogo, a criar movimentos, mas não conseguimos.»
 
«O Benfica luta e vai lutar pelo tri. Isto que fique claro. Se fosse fácil não era para estes treinadores e estes jofadores. Sabemos que o caminho é difícil mas é para nós e para todos. Hoje houve um percalço, não queríamos que acontecesse mas vamos já preparar o próximo jogo.