O técnico português vai assumir um cargo que estava desocupado há seis meses, altura em que Amir Ghalenoei foi demitido, depois da eliminação nos quartos-de-final da Taça da Ásia.

Para Artur Jorge esta é a quarta experiência como seleccionador, depois de Portugal, Suíça e Camarões. O técnico não trabalhava desde o final da época 2006/07, altura em que abandonou o Créteil, equipa da segunda divisão francesa.