Segundo o documento, a decisão foi tomada após uma conversa telefónica entre Brückner e o novo presidente da Federação, Leo Windter. O acordo foi amigável.

A Áustria está no quarto lugar do Grupo 7 de apuramento para o Mundial-2010. A equipa só conquistou quatro pontos em quatro jogos. Os resultados terão precipitado a saída do treinador, aponta o comunicado.