«Tive seis anos muito felizes no Tottenham, mas é a altura certa para dizer adeus. Tivemos alguns momentos especiais juntos ao longo destes anos, e adorei cada minuto», começou por referir o jogador galês.

«Gostava de agradecer a todos no clube. Ao presidente, à direção, ao «staff», aos treinadores e aos jogadores. E acima de tudo aos fantásticos adeptos que, espero, compreendam esta incrível oportunidade de carreira. Não sei se existe uma altura certa para deixar um clube onde nos sentimos adaptados, e no qual estamos a praticar o melhor futebol da carreira. Muitos jogadores falam do seu desejo de jogar pelo clube da infância, mas posso dizer, com honestidade, que este é o meu sonho a tornar-se realidade», acrescentou.

«Estou consciente de que não estaria neste nível se não fosse o Southampton, primeiro, e depois o Tottenham. O Tottenham vai estar sempre no meu coração e estou certo que esta será uma época de sucesso. Estou ansioso pelo novo capítulo da minha carreira, jogar pelo Real Madrid», concluiu.