De nada valeu o recurso. Joan Laporta, antigo presidente do Barcelona, foi condenado pelo Supremo Tribunal a pagar 63 milhões de euros, relativos a perdas acumuladas durante o exercício da temporada 2002/03.

A sentença conclui que Laporta e a sua antiga Junta Diretiva foram responsáveis por grande parte do prejuízo acumulado no Barça durante esse período. As perdas rondam os 164 milhões de euros, mas os juízes consideraram que a ex-direçãonão deve responder pela totalidade da quantia.

Leia também:

Barça goleou o Getafe por 6-1