Já Guardiola respondeu à vitória que praticamente coloca a equipa nas meias-finais com a tranquilidade do costume. «Não pode negar-se que as pessoas que nos vêm estão contentes. Nota-se no dia a dia, nos comentários.» Por isso quer continuar a jogar bem. «Sabemos que estamos próximos de levantar alguma taça e temos de tentar acima de tudo ganhar, mas sem esquecer que de vez em quando é bom fazer as pessoas felizes».

O treinador do Barcelona foi de resto expulso do banco, ainda na primeira parte, e agora vai quase de certeza ter de assistir ao jogo em Munique da bancada. «Provavelmente não devia ter-me comportado como fiz, mas não consegui conter-me. O penalty foi escandaloso. O árbitro sabe que é penalty, não assinala nada e ainda mostra amarelo ao Messi», lamentou. «Até um cego vê que é penalty. Mas isso agora não é importante.»