O Beira Mar acaba de renovar contrato com o central Yohan Tavares, cuja ligação ao clube, para todos os efeitos, só terminaria no final da próxima época. Assim, com condições melhoradas e novo contrato, até 2015, o jovem defesa tornou-se no jogador com vínculo mais prolongado do plantel.

Os auri-negros começam, assim, a dar passos firme quanto ao futuro, no reconhecimento do valor deste luso-francês, recentemente promovido a internacional sub-23, escalão ao qual deu um contributo decisivo para a vitória na final do Challenge Trophy, contra a Inglaterra, ao apontar o golo do triunfo.

Yohan Tavares chegou ao Beira Mar em 2008, proveniente do Le Mans (França), onde foi formado, e ficou no plantel depois de convencer o técnico António Sousa na sequência de um período à experiência. Mas só se afirmou na época ora finda, depois da venda de Kanu ao Standard de Liège, em Janeiro.

Na temporada de estreia na Liga, somou 1508 minutos em 21 jogos (16 a titular) e apontou um golo, que rendeu o empate caseiro ante o Rio Ave na antepenúltima jornada do Campeonato.