De acordo com Pedro Machado, elemento da Comissão de Gestão, o passivo do clube será de 10 milhões de euros, e na SAD de 6,3 milhões. O dirigente explicou ainda que o empréstimo surgiu como solução para uma situação «gravíssima», e que podia levar à não obtenção das certidões fiscais e da Segurança Social.

«Na primeira semana de Outubro, havia 450.000 euros na SAD, mas encargos mensais de 766.000 euros, dos quais uma massa salarial de 555.000 euros para atletas, técnicos e médicos, sendo que, do empréstimo que tinha sido contraído, apenas nos restava uma última tranche de 200.000 euros. 4,8 milhões já tinham sido consumidos», relatou Pedro Machado, citado pela agência Lusa.

O elemento da Comissão de Gestão explicou ainda que o emagrecimento do plantel permitiu poupar cerca de um milhão e meio de euros. O encargo mensal foi reduzido de 770 mil euros para 500 mil.

Salário de Janeiro está pago

De acordo com a agência Lusa, que cita uma fonte da SAD do Belenenses, o mês de Janeiro já foi pago, na totalidade, aos jogadores da equipa de futebol.

Já tinha sido paga uma primeira parte, mas nesta sexta-feira terá sido dada luz verde para restantes as transferências bancárias. Por liquidar fica o mês de Fevereiro, que venceu no dia 5 de Março. A expectativa dos responsáveis é que a situação seja regularizada em breve.