«Penso que não vou jogar no Benfica, sinto-me confortável onde estou. Nesta altura, o meu empresário e os responsáveis do Nacional da Madeira estão a negociar a possibilidade de adquirir o meu passe. Não sei o que está decidido, mas espero ficar na Madeira», diz Halliche, em declarações reproduzidas pelo jornal argelino Liberte.