Nos últimos dias, Patric, os seus familiares e os representantes da Energy Sports, empresa que detém o passe do jogador, remeteram-se ao silêncio, prática habitual nas negociações recentes do Benfica. Contudo, o Maisfutebol contactou o empresário do jogador, Márcio Meller, procurando um ponto de situação sobre o negócio.

«Ainda não está nada acertado. Têm havido conversações entre as partes, mas ainda não se pode dizer que o Patric é jogador do Benfica. De qualquer forma, ele está a trabalhar bem e quer estar pronto para se apresentar na melhor forma, quando chegar a confirmação do negócio», começa por dizer.

O Benfica pretende aumentar o leque de opções para o lado direito da defesa, enquanto negociam a compra da totalidade do passe de Maxi Pereira. Os encarnados ponderam avançar para a compra de metade do passe de Patric, jogador de 20 anos, ficando o resto da posse da Energy Sports. «Essa é uma possibilidade discutida, mas não é garantido que tudo termine assim, é cedo para avançar com esse cenário definitivo», avisa Márcio Meller.

«O Patric está tranquilo, claro que gostaria de ver essa situação resolvida, mas ele tem boa formação, sabe esperar e quer pensa apenas em estar em boa forma física. Se tudo der certo, tenho a certeza que irá vingar no Benfica», conclui o empresário do jogador. Patric foi cedido pela Energy Sports ao São Caetano, num contrato válido até Junho.

Para já, o internacional sub-20 do Brasil continua ao serviço do São Caetano. Aliás, nesta terça-feira, foi titular num encontro particular frente ao Pão de Açúcar. O treinador Sérgio Soares prepara a disputa da Serie B. O primeiro jogo realiza-se a 8 de Maio, frente ao Bragantino.