Em comunicado divulgado no site oficial, o clube entende que «a Benfica TV e os direitos televisivos são activos fundamentais que não podem nem devem ser desvalorizados por ninguém» e, nesse sentido, considera esta decisão a «que melhor salvaguarda os interesses de curto, médio e longo prazo do clube, da SAD e da Benfica TV».

Continua, assim, em vigor apenas o acordo de distribuição assinado com a MEO em finais de Agosto e, mais recentemente, com a AR Telecom, depois de em Maio passado ter terminado o contrato com a ZON/TV Cabo.

Zon continua disponível

Entretanto, em declarações à Agência Lusa, o porta-voz Zon Multimédia garantiu a contínua disponibilidade da empresa para distribuir a Benfica TV.

«As negociações para distribuição de canais são sempre complexas. Neste caso particular ainda não foi possível chegar a um entendimento. A Zon não faz qualquer comentário sobre o processo negocial, mas reafirma a sua disponibilidade para distribuir o canal Benfica TV», referiu o porta-voz.