A comitiva do Benfica chegou à Invicta por volta das 18 horas, na véspera do embate com o F.C. Porto, no Estádio do Dragão. A viagem fica marcada por um apedrejamento, ocorrido já em Vila Nova de Gaia, depois da última área de serviço e antes da ponte da Arrábida que danificou o autocarro oficial dos encarnados.

VEJA O VÍDEO

O percurso até ao Porto foi realizado em cerca de três horas, sem paragens. O autocarro encarnado evitou as estações de serviço e tomou precauções, desviando-se para a faixa da esquerda ao passar pelos possíveis pontos de ataque.

O veículo foi escoltado por dois carros da polícia não identificados. Tudo decorria com normalidade, mas surgiu o tal incidente a manchar a viagem. Já depois das portagens, na saída para Gaia-Coimbrões, a comitiva foi surpreendida com o arremesso de pedras, numa primeira instância. Cerca de dois km depois foram arremassadas também garrafas com tinta azul, que mancharam um dos lados do autocarro dos encarnados, bem como os carros não identificados da polícia que acompanharam a equipa.

Segundo dados recolhidos junto da PSP do Porto, a polícia disparou dois tiros de shot gun, com balas de borracha, para intimidar os cerca de 15 a 20 agressores. Um dos agente sofreu ferimentos ligeiros numa mão sendo, posteriormente, assistido pela equipa médica do Benfica.

À chegada ao hotel onde as águias vão pernoitar, cerca de cinquenta adeptos saudaram os jogadores e técnicos. O autocarro apresenta o vidro da frente estalado em vários pontos.

Não se registou qualquer detenção ou identificação, mas as forças de segurança filmaram toda a cena e poderão, como tal, identificar os responsáveis pelo ataque. O Benfica já está em segurança, no hotel na zona da Boavista, onde irá ficar concentrado até à partida para o Estádio do Dragão, ao final da tarde de domingo.

[notícia actualizada]