O brasileiro Luisão, central do Benfica, após a derrota frente ao Sporting, por 2-0, no Torneio do Guadiana. O defesa admitiu que quer dar um novo passo na carreira, mas afirmou também que se ficar, fica feliz no Benfica. Antes, fez um balanço do torneio.
«É lógico que não gostamos de perder, seja num jogo particular ou num torneio. Queremos vencer sempre, não foi possível, mas temos de perceber que foi a segunda partida de uns jogadores e a terceira de outros. Estamos a começar e temos tirar proveito de tudo para no dia 24, quando for a valer três pontos, estarmos preparados.»
«Quique Flores falou de erros infantis na defesa. O que corree mal?
São erros que acontecem, para haver um golo tem de haver falhas, a não ser que o adversário faça uma jogada fora-de-série. Nós, na defesa, em qualquer jogo, assumimos sempre responsabilidade, porque também sabemos que quando não sofremos somos elogiados. Estamos conscientes que é o início de um trabalho, que nem todos estão a cem por cento fisicamente e isto não nos preocupa. Quando for a valer vamos estar fortes.
No final da época passada, após jogo com E. Amadora disse que era o memento de sair do Benfica. Agora pensa ficar ou tem esperança que apareça um clube bom para continuar a carreira?
«Sou um jogador profissional, se tiver de sair saio sem problemas. Não é mentira que quero dar mais um passo na minha carreira. Só que também sou profissional e se continuar fico com todo o prazer, que sempre tive nestes cinco anos de Benfica.»
Mas não acha que pode ser negativo para o clube haver jogadores, como o Katsouranis, por exemplo, a dizer que querem sair?
«Falo por mim, não posso dar palpites sobre as declarações do Katsouranis. Estou aqui para jogar futebol e sei que a Direcção do Benfica cuida bem desses assuntos. O Rui Costa está a fazer um excelente trabalho e deixo isso para eles avaliarem.»
Mas quer sair ou ficar?
«Sou profissional e não posso ir além do meu contrato. Estou aqui feliz sem problemas, mas como disse, não é mentira que quero dar um novo passo.»