Nas últimas duas jornadas, a desvantagem do Benfica para o líder Sporting caiu de 13 para nove pontos.

Mas, apesar da recuperação, o treinador dos encarnados prefere focar-se, pelo menos para já, no objetivo de alcançar o FC Porto no segundo lugar da Liga.

«Sei a recuperação que estamos a tentar fazer jogo a jogo em relação aos adversários que estão à nossa frente. Neste momento estão dois e para chegarmos ao primeiro lugar temos de chegar ao segundo. E, depois, temos uma vantagem e uma desvantagem: para chegar ao segundo dependemos de nós, mas não dependemos de nós para chegarmos ao primeiro. É dentro dessa lógica que acreditamos que, jogo a jogo, somando os três pontos como temos feito, podemos recuperar essa posição que é o segundo lugar, porque estamos dependentes de nós em relação ao segundo classificado. Quanto ao resto [primeiro lugar] é o adversário que vai à nossa frente que tem essa responsabilidade», observou Jorge Jesus.

O treinador do Benfica disse ainda já ter olhado para o grau de dificuldade global dos chamados três grandes no que falta jogar-se no campeonato. Advertiu que nem sempre os jogos que, à partida, parecem mais fáceis acabam por sê-lo e mostrou-se satisfeito por ainda defrontar Sporting e FC Porto.

«Aquilo que nos agrada nestes últimos jogos é que temos dois contra os rivais que vão à nossa frente. Isso é importante. Baseamo-nos no que conseguimos controlar, que são os nossos jogos, e mesmo assim às vezes não conseguimos controlar tudo. Mas esse é o fator que nos dá mais confiança», rematou.