O agora treinador do Sporting chegou por volta das 9h50 acompanhado pelo advogado Rogério Alves e disse estar «mais do que tranquilo», justificando: «Venho aqui defender a minha honra, a minha dedicação e lealdade e os anos de êxitos desportivos que tive no Benfica.»

Nesta primeira sessão do processo vai tentar chegar-se a um acordo amigável entre as partes que evite o julgamento.