Declarações do treinador do Benfica, Rui Vitória, às entrevistas rápidas da TVI/TVI 24, após o triunfo do Benfica na Grécia, ante o AEK Atenas, por 3-2, na 2.ª jornada do grupo E da Liga dos Campeões:

[O que disse após a expulsão:] «Disse que não havia nada a fazer, no sentido em que já tínhamos um jogador a menos. Mas que teríamos de jogar uma segunda parte com determinação, inteligência, sabendo por onde é que o adversário poderia causar problemas. Controlá-los. E ter uma equipa que tentasse chegar à frente, minimizando essa diferença numérica.»

«Entrámos bem na partida. Início muito bom, com remates, oportunidades nossas, controle da partida. Depois, esse lance acaba por ditar um desequilíbrio que não queríamos que acontecesse. Tivemos de acertar ao intervalo. Os jogadores entraram determinados. A equipa do AEK também entrou forte, tinha um jogador a mais e tivemos dificuldades, até acertarmos com a entrada do Alfa. Acertou as marcações na zona central.»

«Vitória da determinação. Do trabalho. Não estava um jogo fácil e são três pontos saborosos.»

AEK Atenas-Benfica, 2-3 (crónica)

[Saída do Salvio:] «Era fundamental acertar a zona central da defesa. Ter jogadores no meio campo que vasculassem a linha de quatro. São opções. O mais importante, naquela altura, foi o ficar a jogar com menos um. A este nível, tem de ter-se cuidado. E acabámos por, na segunda parte, pagar essa fatura de jogar com menos um. Felizmente, marcámos e ganhámos o jogo. Importantíssimo.»

[Problema na defesa para o jogo com o Ajax:] «Ainda falta tempo. Vamos com calma. Não vale a pena falar com antecipação. Quando lá chegarmos, vemos quem está disponível. Haveremos de arranjar soluções.»