O Benfica comunicou esta quarta-feira, através de um comunicado enviado à CMVM, que quer garantir um financiamento através da emissão de papel comercial, até ao montante máximo de 50 milhões de euros. Nesse sentido procedeu já à convocatória de uma Assembleia-Geral.

A ordem de trabalhos, adiantou o comunicado, é apenas um: o Conselho de Administração vai propor à AG que «delibere autorizar a emissão de papel comercial ou instrumento de dívida equiparado, até ao montante máximo de 50 milhões de euros, para reestruturação da sua dívida».

Esta é a segunda vez que o Benfica solicita financiamento através da emissão de papel comercial. Há dois anos, a 12 de Janeiro de 2009, a SAD encarnada já tinha aprovado um plano de 40 milhões de euros em papel comercial, num plano de cinco anos. A Assembleia-Geral está marcada para 24 de Março.