«Os jogadores ao longo da temporada vão passando por momentos em que têm de se sacrificar algo mais, ser mais tolerantes a questões de algumas limitações que tenham. O Liedson é um jogador que o está a fazer com alguma capacidade, apesar de ter um rendimento e um estatuto que lhe podia permitir ter uma gestão diferente. Tem sido de uma entrega extraordinária», constata Paulo Bento, explicando que a equipa técnica e médica tem tentado gerir a condição física de Liedson: «Nalguns momentos fazemos a gestão necessária, como outros.»

«Aquilo de que precisamos é de jogadores que saibam e possam sacrificar-se em prol da equipa», disse ainda Paulo Bento, explicando que o assunto não se aplica apenas a Liedson: «Podia dar-lhe mais exemplos.»