O que marcou a viragem? Uma dança. Não é uma dança normal, é uma dança frenética. «Até eu me ri quando vi na televisão. Parecia que tinha feito o golo». Mas não fez, só fez a assistência, e o Palmeiras venceu o Santos por 4-3. «Os adeptos do Santos no início gozaram comigo, mas depois também riram.».

Convém por isso não perder o fio condutor: a dança. Trata-se de uma coisa capaz de envergonhar Beyoncé e Shakira. «Perdi o controlo», admite. «Vi o Robert a dançar e perdi o controlo. Precisava de uma coisa assim.» O que se seguiu, diz, é uma descarga de alegria. Uma descarga das grandes. Chamam-lhe «Armeration».

Veja o momento de que se fala:

.