Inter venceu em dois campos

Alguns minutos depois o avançado passou à defesa. «Aquilo do Mourinho foi uma brincadeira. O golo é dedicado a (Francesco) Guidolin (n.d.r. treinador do Parma)», disse Bojinov. Nada que não impedisse novo elogio rasgado a Mourinho, para justificar a primeira dedicatória: «Gosto de treinadores vencedores, a quem sigo desde os tempos do F.C. Porto, e que utilizou quatro avançados frente ao Chelsea. Eu sou um avançado e gostei.»

A dedicatória surpreendeu muito boa gente. A começar pelo homem que a consentiu, Christian Abbiati, guarda-redes do Milan. «Sinceramente, não percebo», disse.