Pois bem, a Bolívia venceu por uns impensáveis 6 a 1 e cada titular foi presenteado com 1000 dólares. Por cada golo, igual quantia era dividida por todos os jogadores.

Antes do jogo, a esperança era o sentimento dominante nos adeptos bolivianos. Estavam convencidos de que iam assistir a um recital das «estrelas» de Maradona e faziam apostas de quantos golos sofreriam. A realidade foi outra e a Bolívia deu um «banho de bola» à equipa albiceleste e aplicou-lhe a pior derrota deste 1958.

Uma forma diferente de motivar, mas que funcionou perfeitamente, superando todas as expectativas. Os bolivianos não venciam a Argentina desde 1997.