O jogador esteve em litígio com os leões, depois de ter pedido a nulidade do contrato que o vinculava ao clube de Alvalade. A Comissão Arbitral Paritária deu razão ao Sporting.

«Foi mais um que saiu, entre muitos. O Sporting teve um comportamento exemplar, apesar de ter havido muitos sportinguistas que duvidaram do que estava a ser feito», começou por responder o dirigente, na apresentação dos reforços Vítor e Ivan Píris, no José Alvalade.

«Os assuntos devem ser tratados com o máximo de calma, com sigilo. Estamos cá para os tratar. Foi bom ter havido aquela decisão da Comissão Arbitral Paritária. Depois não percebi porque tanta gente teve vontade de falar sobre a decisão. O Sporting tinha razão», sublinhou Bruno de Carvalho.

Depois de terminar a temporada passada e de ter participado no Mundial sub-20, Bruma nunca mais compareceu na Academia leonina. O caso prolongou-se pelo verão, mas terminou com a mudança do extremo para a Turquia.

«Fizemos uma venda que vinha ao encontro do clube e do Bruma. Desejamos toda a sorte do mundo ao Bruma», afirmou o presidente leonino.

Bruno de Carvalho confirmou ainda que o Sporting detinha 90 por cento do passe do jogador. O líder dos leões explicou ainda que no caso de Tiago Ilori, transferido para o Liverpool, o passe era cem por cento do clube de Alvalade.