«Fico preocupado. Gostaria que não me levassem a equipa toda até final da época. Ainda temos um campeonato e uma final da taça para jogar», disparou o técnico, antes de reflectir de forma incisiva sobre a relação entre o clube e a comunicação social.

«A função do clube é estar imune à pressão exterior e trabalhar para vencer. A imprensa, por seu lado, tem o objectivo de entrar dentro do clube, descobrir e fazer notícias para vender. Há vidas diferentes dentro do futebol e todos temos de perceber isso.»

Orlando Sá não merece confirmação de Jesualdo

Ainda sobre mudanças de jogadores para o próximo ano, confrontou-se Jesualdo com a perspectiva de contar com Orlando Sá no futuro. Uma informação confirmada por Jorge Jesus, técnico do Sp. Braga. Mas nem assim o técnico do F.C. Porto abriu o jogo.

«Confirmaram que o Orlando vem para o F.C. Porto? Quem, o Jorge Jesus? No meu tempo eram os presidentes que faziam isso. Há canais oficiais próprios para tudo. Quando há um jogador contratado, temos pessoas com funções para divulgar essa informação. Essas não são as minhas funções, não sou eu que faço os contratos», concluiu o técnico.