A auditoria terá inicio a 2 de janeiro e analisará o período de gestão entre junho de 1995 (presidência de Santana Lopes) e o final da liderança de Godinho Lopes.

«É preciso esclarecer o passado para depois trabalhar para evitar erros no futuro. Será uma auditoria profunda e exigente e em que ficaremos calmamente à espera das conclusões», disse Bruno de Carvalho.

«Não entendo como em 1995 o Sporting era um clube muito rico em património e agora é pobre em património. Se calhar o Sporting é clube mais azarado do Mundo se tudo o que de mal lhe aconteceu foi azar».

A auditoria deverá demorar 60 dias.