Segundo uma fonte oficial do Sporting, o clube estranha que o CD tenha tomado «esta decisão apesar de o treinador de guarda-redes do Gil Vicente, quando inquirido no processo, ter desvalorizado o incidente e ter afirmado que não foi ofendido por ninguém».

 

A mesma fonte leonina considera que o CD baseou o indeferimento do recurso apenas na palavra do delegado da Liga do jogo entre o Sporting e o Gil Vicente, da 22ª jornada da Liga, no dia 22 de fevereiro.