O guardião foi um dos nomes badalados na imprensa, durante o último defeso, como estando próximo de assinar pelas águias. O negócio nunca se concretizou e Bruno, agora, revela que o objectivo era mais ambicioso.

«Nunca tive oportunidades de jogar na selecção brasileira, nem nos escalões de formação. Aí surgiu uma oportunidade em Portugal. O próprio Carlos Queiroz entrou em contacto com o meu empresário e com algumas pessoas aqui. Achei bom, pensei com carinho», assegura.

O revés na ideia surgiu quando falhou a mudança para a Luz: «Estava para ir para o Benfica. O meu contrato com o Flamengo estava no fim, mas acabou não dando certo.»

Bruno assegurou que teria aceite a ideia para poder disputar um Mundial. «Aqui há muita concorrência. É claro que trabalhámos para estar sempre entre os três melhores mas quem está na Europa, está sempre um passo à frente», afirmou.

Veja o vídeo com as declarações de Bruno