Os nomes de Gialuigi Buffon, Gennaro Gattuso e Fábio Cannavaro surgiram no meio do escândalo de apostas ilegais que assombra o «Calcio». Os três internacionais foram envolvidos nas escutas a Nicola Santoni, ex-jogador e preparador físico de algumas equipas da Serie A e agora no Ravenna.

«O futebol está cheio de manhas, está todo viciado. O Buffon joga entre 100 mil a 200 mil euros por mês. Ele, o Gattuso, o Cannavaro... Estão doentes!», revelou Santoni numa chamada telefónica, citada pela «Gazzetta dello Sport».

A procuradoria já veio, no entanto, revelar que não vai investigar os jogadores da selecção italiana, por considerar que o facto de apostarem nos jogos não implica envolvimento em combinação de resultados.

Na semana passada, dezassete pessoas foram presas em Itália por envolvimento nas apostas ilegais, que tentavam manipular os resultados em favor das apostas milionárias. Um deles foi Cristiano Doni, antigo internacional e jogador da Atalanta, que admitiu mesmo a sua participação.