O internacional búlgaro de 27 anos perdeu a consciência durante o Cherno Varna-Lokomotiv Plovdiv (2-1), após chocar com o defesa Angel Yoshev. Perante o pânico de todos, foi o árbitro assistente, Plamen Georgiev, a oferecer os cuidados essenciais que salvaram a vida ao jogador.

«Atirei a bandeirinha e corri para ajudá-lo. Há que ser muito cuidadoso nestas situações, mas já o tinha feito antes e não hesitei», comentou o juiz auxiliar à imprensa búlgara.

O português Ricardo Costa já tinha vivido situação semelhante esta época na Alemanha, quando socorreu o seu colega de equipa Grafite, num episódio que pode recordar aqui.