«Tinha quase tudo confirmado para a minha renovação com o ex-presidente Ramón Calderón. Agora tudo mudou e se vier uma equipa por mim pode contratar-me a custo zero», explicou o internacional italiano à revista Don Balón.

Cannavaro sente-se «numa situação que não é nada fácil» e manifestou a sua posição no meio deste imbróglio. «Quero continuar, fazer mais uma temporada em alto rendimento para atingir o Mundial de 2010 no máximo nível.»

O defesa central sonha com «uma boa competição, para eliminar o amargo de boca que foi a eliminação na Champions.» Cannavaro admite que a derrota com o Liverpool «mostrou ao Real Madrid que tem que trabalhar mais» e isso aplica-se à Liga espanhola, onde «não está nada fácil conseguir o título», por culpa do Barcelona de Guardiola.

O experiente jogador dos madrilenos assume que a equipa «começou mal a temporada»: «Vencemos a Liga anterior e relaxámos demasiado com isso.» Juande Ramos, o técnico que veio substituir Schuster, merece-lhe elogios pela «tranquilidade, cultura de trabalho e regras» que acrescentou a um plantel de estrelas.