Carlos Queiroz, na conferência de imprensa que se seguiu ao empate com a Suécia, lamentou a saída de Bosingwa por lesão. O seleccionador nacional considerou que grande parte do seu plano foi prejudicado depois da substituição do jogador do Chelsea.

«Entrámos com velocidade, mobilidade, fantasia e acho que estivemos muito bem. O jogo foi bom, criamos muitos problemas à Suécia. Com a entrada do Deco tentámos ter mais movimentos incisivos no último terço do terreno.»

Sobre a frustração no balneário:

«São profissionais briosos e estão muito tristes. Todos temos sentido de responsabilidade e queríamos presentear os adeptos com uma grande vitória. Ficámos todos desiludidos.

Sobre a lesão de Bosingwa:

«A saída de Bosingwa foi marcante pois o nosso plano de jogo passava pela profundidade dos nossos laterais. Era importante que o Bosingwa e o Duda apoiassem o ataque. Ainda assim, parece-me que o Ricardo Carvalho esteve bem e defendeu com competência.»