O treinador admitiu que já escolheu o onze titular para o jogo de dia 28, que se realiza no Estádio do Dragão. Mas preferiu esconder o jogo: «Já escolhi a equipa, mas não vou dizer qual é. De quem não prescindo? Da Selecção Nacional.»

Queiroz acredita que tem a receita certa para motivar os jogadores e que tudo correrá de feição à equipa das quinas. Derrota foi uma palavra que não empregou no seu discurso: «Vou conseguir inspirar os jogadores chamando a sua atenção para o facto de a diferença para a Suécia ser a inspiração.»