Fernando Castro Santos, treinador do Leixões, em declarações na sala de imprensa no final da vitória sobre a Naval por 1-0, a primeira enquanto técnico da equipa de Matosinhos:

«Já tardava a primeira vitória. Tinha fugido de forma imerecida hà poucos dias. Vencemos de forma justa mas tivemos de sofrer até ao final porque não aproveitamos duas ocasiões de golo flagrantes, pelo Seabra e pelo Léo. E claro, se o adversário está a perder, arrisca tudo. Mas acho que a nossa vitória é justa. A equipa joga cada vez melhor com bola. É muito complicado jogar na nossa situação. Sabendo que se tem de ganhar, sim ou sim. Isso pesa nos jogadores. Tivemos momentos interessantes e outros em que perdemos a bola precisamente por causa dessa pressão. Estou certo que depois desta vitória a equipa vai estar mais solta. Mesmo com as dificuldades na tabela que tem, acho que a equipa vai estar melhor. Conseguimos a primeira vitória, vamos lá ver se somos capazes de conseguir a segunda no Nacional.»

Sobre os resultados dos rivais na luta pela manutenção:«Podemos pensar também no que tinha acontecido se não tivéssemos ganho. Temos de pensar primeiro que temos de vencer os nossos jogos e só depois nos resultados dos outros. Sabíamos que as notícias de outros campos não eram más, mas o que acontece lá não é nossa obrigação. Não conseguimos recuperar nesta semana, vamos tentar na seguinte. Se ganharmos os nossos jogos temos hipóteses, se não ganharmos é igual o que façam os nossos rivais.»