No final da semana, alguns jornais brasileiros avançaram com a notícia de que Adriano teria participado na festa de aniversário de um traficante de droga, numa favela do Rio de Janeiro. José Mourinho, técnico do Inter, admitiu entretanto a sua «preocupação» com a situação do jogador, sem entrar em pormenores sobre os motivos da ausência de Adriano.

Segundo a CBF, no entanto, Adriano está contactável, no Rio de Janeiro, e acompanhado pela família: «O atacante Adriano, da Seleção Brasileira, está em casa, na companhia de familiares, no Rio de Janeiro. Adriano tem mantido contatos frequentes com o técnico Dunga e com os dirigentes do Internazionale, informando-os sobre o delicado momento pessoal que está vivendo. Diferentemente das versões e boatos que correm - e que não são verdadeiros - reitera-se, portanto, que Adriano está no Rio de Janeiro, com a sua família», pode ler-se na curta nota divulgada esta segunda-feira.