O Sp. Braga está, para já, nos quartos-de-final, mas César Peixoto vê na equipa força para outras conquistas. «Acho que podemos chegar longe», garante. «A equipa tem estado muito bem, desde o início da época, desde a Intertoto. Vamos pensar jogo a jogo, mas temos qualidade para lutar de igual para igual com qualquer equipa da Europa».

Segue-se o PSG, uma equipa capaz do melhor e do pior. Mas uma equipa também que na última eliminatória afastou da prova o Wolfsburgo, que durante a fase de grupos ganhou em Braga. «Sabemos que é uma boa equipa e que está a fazer um bom campeonato, mas tudo a seu tempo e ainda é cedo para pensar nisso», disse o jogador.

«Temos equipa para vencer o V. Guimarães»

«Vamos pensar nos jogos que teremos antes, para a Liga. No campeonato as coisas não têm estado tão bem, por vários motivos. Podíamos estar um pouco mais a cima, temos valor para mais. Há agora um jogo importante na segunda-feira. O V. Guimarães é sempre um adversário complicado, um velho rival. É um derby, um jogo especial.»

Sobre esse jogo, Peixoto não tem dúvidas. «Temos equipa para ganhar. Vamos repousar e depois pensar em vencer. Está à vista de toda a gente que temos equipa para estar muito mais acima na classificação. Por isso a ideia é tentar melhorar. Ainda há muitos jogos para disputar e penso que vamos a tempo de acabar no lugar que merecemos.»

«Levei quatro pontos ao intervalo»

De Liège, César Peixoto trouxe um corte no sobrolho, na sequência de uma cotovelada de De Camargo. «Levei quatro pontos ao intervalo», disse. «Foi um jogo de muito sofrimento, já sabíamos que ia ser um jogo de luta. A equipa esteve unida e mostrou que trabalha muito bem colectivamente, não só a jogar futebol, mas também no empenho.»