O Real Madrid, por exemplo, caiu perante o sempre regular Olympique Lyon, enquanto o Sevilha falhou na noite mais importante da sua história (palavras do presidente Del Nido) perante o surpreendente CSKA Moscovo.

E o que dizer das goleadas sofridas por AC Milan e F.C. Porto, dois ex-campeões da Europa, em Inglaterra? Pouco ou nada expectáveis, de facto. Mas é assim a mais bela competição europeia de clubes.

Uma competição que, raras vezes, foi tão democrática nesta altura do ano. Apenas Inglaterra e França estão representadas por dois clubes; depois, há um emblema da Rússia, um de Itália, outro de Espanha (uma decepção) e mais um da Alemanha.

Resultados dos oitavos-de-final:

CSKA Moscovo (RUS)- Sevilha (ESP), 1-1 e 2-1

Inter Milão (ITA)-Chelsea (ING), 2-1 e 1-0

Olympiakos (GRE)- Bordéus (FRA), 0-1 e 1-2

Estugarda (ALE)- Barcelona (ESP), 1-1 e 0-4

AC Milan (ITA)- Manchester United (ING), 2-3 e 0-4

Lyon (FRA)-Real Madrid (ESP), 1-0 e 1-1

Bayern Munique (ALE)-Fiorentina (ITA), 2-1 e 2-3

FC PORTO (POR)- Arsenal (ING), 2-1 e 0-5