Para os blues, mais importante que a segunda derrota consecutiva da formação secundária pela diferença mínima, foi a confirmação da disponibilidade dos dois internacionais. O médio ganês voltou a jogar seis meses depois de ter sido operado, enquanto o central português estava há cinco semanas parado.

Essien jogou os 90 minutos, mas Ricardo Carvalho foi substituído aos 60.

Confira o onze do Chelsea:

Aldi Haxhia; Nana Ofori-Twumasi, Ricardo Carvalho (Tom Taiwo, 60), Carl Magnay e Patrick van Aanholt; Lee Sawyer (Adam Phillip, 62), Michael Essien e Liam Bridcutt (c); Jacob Mellis, Frank Nouble e Miroslav Stoch.