«O papel de Hiddink é puramente temporário. Houve muita especulação sobre a possibilidade de ele ficar, mas não acontecerá», revelou Buck, numa conversa com adeptos divulgada pelo site oficial do Chelsea. «Agora cabe à direcção encontrar um treinador para uma ligação a longo prazo e esse é um processo que iniciámos e está a decorrer», prosseguiu.

Questionado sobre a hipótese de Mourinho voltar a treinar o Chelsea, o dirigente foi claro: «A minha resposta honesta é que não acho provável. O José foi um grande treinador, é uma grande pessoa, mas acho que o tempo dele no Chelsea passou.»

Os adeptos ainda quiseram saber a razão para Mourinho ter sido despedido em 2007. «Primeiro, nós não o despedimos, ele saiu por mutuo acordo. Não há muito mais para dizer do que o que dissemos em Setembro de 2007», afirma: «A direcção e o José não estavam de acordo em vários assuntos e era altura de nos separarmos. Temos grande respeito pelo que ele fez no clube, e temos muito boa relação com ele.»